CERTIFICADO DE ORIGEM DIGITAL

O Certificado de Origem Digital (COD) é mais uma facilidade oferecida pela Fiesp e pelo Ciesp para que as exportações aconteçam de forma ainda mais rápida, segura e econômica. Desde maio de 2017, o Brasil e a Argentina aceitam CODs (amparados pelos acordos nº 14 e 18) e, em abril de 2018, os CODs passaram a ser aceitos também para operações entre o Brasil e o Uruguai (amparados pelos acordos nº 02 e 18). Neste sentido, a tendência é cada vez mais países aderirem a este formato de emissão eletrônica do Certificado de Origem.


COMO EMITIR O CERTIFICADO DE ORIGEM DIGITAL?

Após o cadastro no sistema emissor da Fiesp, e-COOL (www.certificadoecool.com.br), o exportador obtém o documento em apenas 3 etapas:

  1. 1

    Preparativos: aquisição do Certificado Digital (e-CPF) para os responsáveis por assinar os documentos; atualização dos cadastros dos colaboradores da empresa no sistema e-COOL; e lançamento das procurações no sistema, quando aplicável;

  2. 2

    Emissão: é necessário selecionar a versão digital da Declaração Juramentada, no momento do seu preenchimento e assiná-la digitalmente logo após a sua aprovação. Posteriormente, deve ser emitido o Certificado de Origem, também na versão digital, anexando uma cópia assinada da Fatura Comercial. O COD será assinado digitalmente pela empresa antes do envio para análise da Fiesp1;

  3. 3

    Finalização: após as aprovações e assinaturas digitais dos documentos, um arquivo codificado (formato XML) do Certificado de Origem Digital estará disponível para download no próprio sistema para que a empresa o envie por e-mail ao seu importador. Este, por sua vez, deverá anexar o arquivo no sistema da Aduana do seu país para conclusão do processo.

1 A empresa pode utilizar documentos já aprovados na versão impressa (Declarações e Certificados) e alterá-los para a versão digital, evitando que a empresa lance todas as informações novamente.


VANTAGENS DA EMISSÃO DO CERTIFICADO DE ORIGEM DIGITAL PELO SISTEMA e-COOL DA FIESP/CIESP

Processo 100% digital

Todos os documentos que amparam a emissão de um Certificado de Origem Digital (Declaração Juramentada, Fatura Comercial e procurações) são elaborados eletronicamente e, ao emitir um COD, não é mais necessária a presença de um portador da empresa em nossos pontos de atendimento.

Segurança da informação

A assinatura digital do documento é feita por meio de e-CPF e é extraído do sistema e-COOL um arquivo codificado do Certificado de Origem Digital (arquivo XML).
 

Zero risco de extravio de documentação

O arquivo XML do Certificado de Origem Digital pode ser enviado instantaneamente ao importador, via e-mail, logo após a aprovação online do documento.

Suporte técnico

Via e-mail e telefone.
 

Melhor atendimento

Junto com o arquivo XML do COD, a empresa exportadora poderá realizar o download de um manual com instruções em espanhol de como o importador anexará o arquivo do COD no sistema da Aduana do seu país. Também estará disponível para download uma versão PDF do Certificado de Origem, apenas para gestão de arquivo impresso, ou seja, o documento impresso não terá validade e a sua impressão é opcional.
Para consultar a Portaria Secex nº 18, de 06 de abril de 2018, que autoriza a emissão de Certificados de Origem Digitais entre Brasil, Argentina e Uruguai (amparados pelos acordos nº 02, 18 e 14).

acesse aqui

Acesse o e-COOL, o sistema emissor de Certificado de Origem da Fiesp

www.certificadoecool.com.br

Av. Paulista, 1313
São Paulo - SP - CEP 01311-923
Telefone: 11-3549-4665
certificadodeorigem@fiesp.com.br